O que fazer com os visitantes da sua academia

Academia abre. Academia fecha. Academia abre. Academia fecha… Infelizmente, diante da crise que estamos vivendo, esse movimento de abre e fecha é bastante prejudicial para as academias que continuarem com as mesmas estratégias!

Com a valorização do profissional de Educação Física, alçado à condição de profissional de saúde, além dos decretos de essencialidade, o apelo à prática de atividades físicas é cada vez maior! E claro que sua academia pode se beneficiar disso!

O primeiro passo é entender que, se você não tem visitantes, você NÃO tem venda! O segundo passo é entender que, para ter visitante, é preciso traçar estratégias de captação de clientes!

Se você entende esses dois pontos, fica mais fácil ter visitantes! Agora é preciso saber o que fazer com eles! É certo que você NÃO conseguirá converter 100% dos seus visitantes em clientes, por causa de uma série de fatores. Assim, é preciso ajustar alguns pontos para aumentar, cada vez mais, o Índice de Conversão de Visitantes (ICV) e, assim, potencializar suas vendas.

O que fazer com as pessoas que visitam minha academia?

Nesse sentido, o primeiro passo é cadastrar os visitantes que chegam na sua academia! Esse é o ponto principal!

Mas de nada adianta você cadastrar seus visitantes se você não faz nada com esse cadastro! O esforço é em vão! Nem todas as pessoas que visitam sua academia vão fechar uma venda naquele momento! Por isso, é preciso delinear processos para transformar esses visitantes em clientes! Esses processos devem durar, NO MÁXIMO, 5 dias; depois desse período, ou o visitante já fechou com outra academia ou desistiu da compra.

Talvez você possa perguntar se vale a pena converter os visitantes em clientes… A resposta é simples: se você não fizer isso, como vai fechar vendas?

Mas minha academia está fechada!

Hoje fala-se muito em um mercado híbrido pós-pandemia, isso quer dizer que as academias continuarão a atuar fisicamente, mas a atuação on-line é fundamental para a sobrevivência do negócio! E se essa situação de abre-e-fecha perdurar por muito tempo?

É preciso pensar em uma estratégia de atuação on-line, mas como o ponto do artigo são os visitantes, vamos falar deles!

Se você tem uma boa presença digital – um bom site e uma atuação sólida nas redes sociais – é possível gerar “visitas virtuais”. Na verdade, essa pessoa que faz um contato virtual, deve ser considerada um “lead”, mas considerando um negócio on-line, esse contato já pode gerar o impulso da compra!

Assim, o processo é o mesmo para o visitante físico: cadastrar em uma base de dados e delinear um processo para fechar a venda! Se você quer levar esse “lead” para o seu negócio físico, o processo tem que ser delineado com o objetivo de levá-lo a visitar a academia.

Visitantes podem representar um gargalo nas vendas da sua academia, mas se você operacionalizar essas simples soluções, o resultado das suas vendas pode ser muito diferente!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Vendas em Academias
Enviar