Como você recruta os professores da sua academia?

recrutamento-e-selecaoTurnover ou rotatividade de pessoal pode ser definido como a relação entre admissões e demissões dentro de uma empresa. Ele pode se tornar um problema a partir do momento que não permite a criação de uma identidade da sua empresa, do ponto de vista da equipe que atende seus clientes.

Além disso, existe o custo financeiro de trocar de funcionário a todo momento: pagamento dos direitos trabalhistas, contratação de novos funcionários, novos uniformes, treinamento, perda de produtividade (uma aula que fica sem professor, avaliações que não são feitas). Sem contar a percepção do cliente que pode enxergar nisso um problema na própria administração da academia.

Como contratar bem um funcionário

Existe uma máxima no mundo dos negócios que fala sobre maus funcionários: “ou você contratou mal, ou treinou mal, ou está demorando para mandar embora”. O problema maior, então, está na contratação! Na maioria das vezes, as academias contratam seus profissionais por suas competências técnicas, mas os demitem por causa de problemas interpessoais. E aí está o xis da questão: quando se contrata pelas competências técnicas – que podem nem ser tão “técnicas” assim, ou você pede comprovação de cada curso que o profissional realizou? – não se atenta para comportamentos que podem ser problemáticos no futuro. Que tal uma contratação baseada nas competências pessoais de cada candidato? Existem técnicas que ajudam a predizer o comportamento de cada pessoa em determinada situação e isso pode minimizar os problemas futuros com os novos funcionários.

O processo de contratação passa por duas fases: recrutamento e seleção. recrutamento bem feito já pode servir como uma boa peneira para a seleção e as redes sociais podem ajudar muito nisso! O comportamento da pessoa on-line É um reflexo de seu comportamento off-line! O que se vê, nas redes sociais, porém, são os mais completos absurdos na fase de recrutamento! Veja aqui alguns exemplos <link>

Mas, se você contratou mal, ainda há tempo de correr atrás do prejuízo: treinamento. O problema é que muitos empresários pensam em não subsidiar o treinamento técnico de seus professores pensando que eles amanhã podem estar em outra empresa. Pensamento pequeno, não? E se você passou por essas duas etapas e ainda assim continua tendo problemas com funcionários, então, é chegada a hora de arcar com os custos de uma demissão. É o melhor que você faz para a sua empresa! Porém, antes de demitir um funcionário, certifique-se que o problema não vem da direção da empresa!

Agora, que tal planejar o próximo processo de recrutamento e seleção de seus funcionários?

 

 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Vendas em Academias
Enviar